CAPAEDITORIALCARTASMATÉRIASANDANÇASDIVISÃO DO NORTEALMA DE GAÚCHO
CRIOULISMONOS BAILES & LIDESFUXICOSCOZINHAPIADASPILCHASPOESIA


PILCHAS
(Buenas - Dezembro  98)

por Edileusa Maura Piccolí

A pilcha gaúcha masculina

 Aos que gostaram da matéria sobre o traje da prenda, aí vai o complemento, isto é, o traje do peão.

O TRAJE DO PEÃO

Indumentária do Peão Traje de Uso Preferencial no RS

Normatização sobre o traje de honra e uso preferencial

BOMBACHA

Tecidos: brim, linho, tergal, algodão e tecidos mesclados / cores: claras e escuras respeitando a sensibilidade cromática do gosto pessoal fugindo-se de cores agressivas, chocantes e contrastantes.padrão: liso, listrado e xadrez discretos.
modelo:
- cós largo sem alças
- dois bolsos grandes na lateral e, eventualmente na parte posterior.
- largas (fronteira)
- estreitas (serrana)
- médias (planalto e Missões)
- favos de mel ou de abelha (sem enfeites ou fantasias maiores de botões e franjas)
- abotoada no tornozelo.

CAMISA

- tecido: preferencialmente algodão, tricolina, viscose ou linho.
- padrão: liso ou riscado discreto
- cores: sóbrias e claras
- gola: esporte
- mangas longas: em ocasiões sociais-formais (festividades e cerimônias, bailes...) mangas curtas: para o cotidiano, especialmente nas atividades de serviço ou de lazer informal.

LENÇOS

- cores tradicionais: branco, vermelho, verde e xadrez miúdo. Ausência de estampas floridas e outras figurações.
- nós: qualquer um dos nós documentados.

BOTAS

Couro: cor preta ou marrom, preferencialmente- estilos: cano dobras pré-fabricadas (gaitinha). - cano longo até próxima a curva do joelho com natural flexibilidade, com ou sem fivela para ajustar à perna (espelho), com ou sem "barbicacho".

COLETE

- Modelo tradicional: sem mangas, abotoado na frente com a parte posterior (costas) em tecido leve transpirante, de uma só cor, com fivela de ajuste. Cor sóbria.

GUAIACA

- Com uma ou duas fivelas, bolso para relógio à esquerda, bolso maior às costas, meio coldre do lado de laçar, uma bolsinha para moedas; geralmente de couro curtido ou modelos funcionais.

CHAPÉU

- Chapéus tradicionais usados na fronteira, na região serrana, missioneira e no planalto, respeitando as características das "copas" usadas regionalmente, distintamente do "copa-alta" (modelo cowboy americano).

 

Normas comportamentais

Em cerimônias e solenidades cívico-sociais a pilcha adequada do homem, traje de honra, é: Bombacha
- Camisa social clara (manga longa)
- Lenço
- Paletó (casaco) e eventual colete
- Bota
- Guaiaca

É vedado usar:

- O lenço preto em festas e bailes, usado somente em caso de luto.
- O gaúcho, por convenção social, não deve usar chapéu no interior dos ambientes, ou seja, dentro de casa.
- O uso de túnicas militares com a bombacha.
- Camisas em cores combinando com a saia ou vestido da prenda, ou ainda, nas cores da Bandeira do Rio Grande do Sul.
- Barbicachos em plástico brilhante, penduricalhos ou correntes metálicas. Tiradores com pinturas e penduricalhos.
- Botas brancas ou coloridos diversos fugindo do convencional..
- Camisas fulgurantes, brilhosas ou cetim.
- Bombachas coloridas.
- Bombachas plissadas.
- Conjuntos pretos (zorros)
- Faixas uruguaias, argentinas, paraguaias e chilenas.
- Guaiacas castelhanas recamadas de moedas e com vistosa rastra.
- Manga regaçada de camisa e faca à cintura nos bailes.
- Casacos, jalecos ou blusas "tipo-campeira" com adornos de "casa de abelha" (mondonguinhos) ao longo das mangas e pala frontal.

Fonte: PILCHAS E TRAJES DE ÉPOCA - USO NA VISÃO DO MTG (Março/1998) Elaboração: Departamento de Cultura do MTG
Profª. Fátima Regina Brizolla - Profª. Jane Bitsck
Apresentação: 43º. Congresso Tradicionalista Gaúcho
Santa Cruz do Sul - RS - 1998
Colaboração: João Carlos Paixão Côrtes
Lilian Marques Argentina
Vera Stedile Zattera
Fontes de Consulta para elaboração deste Manual:- CÔRTES, Paixão J.C. - O Gaúcho, Danças, Traje e Artesanato. Garatuja - 1979- CÔRTES, Paixão J.C. - 70 Danças e a Mesmice - 1997.- CÔRTES, Paixão J.C. (Anotações de Marina M. Paixão Côrtes) - Ponto & Pesponto da Vestimenta da Prenda - 1998.- FAGUNDES, Antônio Augusto - Indumentária Gaúcha. Martins Livreiro, 5ª. edição, 1992 - Porto Alegre- Lei 8.813 de 10/01/89- Regulamentos do MTG- Caderno nº. 2 do IGTF- YARUP, Celso - Regulamento do Vestido de Prenda - Tese, 34º. Congresso Tradicionalista, Caçapava do Sul - 1989- ZATTERA, Vera Stedile - Gaúcho, Vestuário Tradicional e Costumes - Palotti, 1ª. edição, 1995 - Porto Alegre.

CAPAEDITORIALCARTASMATÉRIASANDANÇASDIVISÃO DO NORTEALMA DE GAÚCHO
CRIOULISMONOS BAILES & LIDESFUXICOSCOZINHAPIADASPILCHASPOESIA